Conversas com Versos – CD

Conversas com Versos

Conversas com Versos é um projeto realizado pela cantora portuguesa Eugénia Melo e Castro sobre poemas de sua mãe, a grande escritora e poetisa Maria Alberta de Manéres.

Foi produzido por Eduardo Queiroz para o Selo Sesc e com lançamento em Portugal. 

A música O Meu Chapéu, composta por Camilo, foi cantada por Ney Matogrosso!

Resenha do Selo SESC:

Eugénia Melo e Castro estava por aí, gravando seus discos, tocando a bem sucedida carreira de cantora – inclusive, já ouviu no Gosto do Sol, lançado pelo Selo Sesc em 2011? Vale a pena. Enfim, o que faltava para a portuguesa? – sempre falta alguma coisa para artistas inquietos, daqueles que a gente gosta de esperar pelo disco novo e ser realmente surpreendido. Então, Eugénia virou Geninha e botou música nos versos do livro Conversas com Versos, de Maria Alberta Menéres.

Maria quem? pergunta-se o impaciente leitor. Maria Alberta Menéres, escritora portuguesa com uma carreira de respeito, escrevendo tanto para adultos quanto para crianças.

Conversas com Versos é uma das suas obras mais famosas, daquelas que todo mundo, entre 50 e 5 anos, já leu. O livro foi editado pela primeira vez em 1968 e desde então tem feito parte do ensino e da introdução à poesia no país de Camões, Pessoa e, porque não, do Tim do Xutos&Pontapés.

Em 2014, numa reedição do livro, gravou-se o disco, bem como foi feito um novo projeto gráfico, incluindo uma terceira geração ao projeto: Mariana Melo, filha da Geninha e neta de Maria Alberta, ilustrou. Você pode dar uma olhada nas artes no encarte do disco, abaixo.

Quando encontramos Geninha para a entrevista de lançamento, foi bem na semana em que Ruth Rocha – uma das mais célebres autoras brasileiras de literatura infanto juvenil – polemizou dizendo que aquilo que os jovens leem hoje não é literatura. Perguntamos para Geninha o que ela achava, estando em contato com a literatura desde muito cedo, fosse como filha de autores, fosse como leitora ávida. Elegância maior, impossível.

“Eu não sei se eu concordo muito com isso: as crianças tem evoluído imenso, vemos como é que as crianças já nascem preparadas pra muitas linguagens, completamente diferentes. Eu, com quatro anos, era completamente diferente: sei lá, uma bola, uma árvore, o sol, a água, a lua e pronto! (…) Eu não sou especialista, não posso falar das crianças com a profundidade de um, mas, as vezes nós achamos que a criança está aí por um senso estético que não é o nosso e que isso não está certo, mas está certo pra ela! Cabe a nós incutir-lhes poesia e alegria de viver – e beleza, não é?”

Mas, falemos da parte musical da coisa toda: na entrevista que fizemos com Geninha, ela contou coisas bacanas sobre a diferença das abordagens no ensino da poesia em Portugal e no Brasil, bem como deu a letra sobre todo o disco; como foi fazer música dos poemas, além de nos contar sobre as participações mais que especiais de Lino Krizz e Ney Matogrosso. 

Lançado no Sesc Pompeia, dia 1/8/2015, o álbum tem canções para todos os gostos musicais – de rap até música árabe você encontra ali! É possível dar uma espiada nas faixas todas logo ali embaixo. 

De todo jeito, você também pode adquirir o disco em qualquer Loja Sesc e também na Livraria Virtual: sem desculpas para curtir essa viagem musical pelo universo da poesia infantil, com todo mundo a todo tempo!

Artista: Eugenia Melo e Castro
Instrumento: Violão/Composição
Selo: SESC
Data: 2016